Cat-1

Cat-2

Cat-3

Cat-4

» » » » » » » Adriano Grineberg e MPBlues “esquentam” noite fria no Sesc Morada

Show de Adriano Grineberg e Projeto MPBlues foi maravilhoso no Sesc Morada dos Baís

O frio de 11 graus não foi empecilho para que o público não lotasse a sexta-feira (9), no Centro Cultural Morada dos Baís, em Campo Grande para assistir e ouvir o pianista Adriano Grineberg, a maior referência musical do blues no Brasil. Ele é simplesmente fabuloso. Acompanhado pela maravilhosa banda campo-grandense Projeto MPBlues, liderada pelo guitarrista Luís Henrique Ávila, a fria noite começou esquentar com o som verdadeiro blues que é tocado em  New Orleans, terra do fantástico ritmo negro americano. Um casamento de Grineberg e a banda que com certeza  deu desde o início da apresentação.

A “MPBlues” iniciou seu giro “blueseiro”  com canções já conhecidas pelo público, como “Eu queria ter uma bomba”, do Barão Vermelho, “Você nunca vai saber o que é o Blues”, relembrando a “Bêbados Habilidosos”. Assim, Luis Henrique Ávila (voz e guitarra), Renan Heimbach (voz e bateria), Jorge Costa (baixo e backing vocal) e Willian Juti (guitarra) prosseguiram o inicio da viagem, passando por “Negro Gato”, de Roberto Carlos (em ritmo alucinado do blues). A banda fechou o primeiro “set” com “No fundo do quintal da escola/La Grage (Raul Seixas/ZZ Top). Como era de se esperar, fez seu show perfeito e completou ainda mais quando da difícil tarefa de tocar com Adriano Grineberg. Mas ela está sim, mais do que pronta para seguir grandes caminhos e estradas.

Adriano Grineberg mostrou porque é a mistura da densidade do blues com energia do rock e o balanço brasileiro. Ele não se limita em rótulos, toca, canta e faz todos dançarem. Pensem assim: um artista que tem como referências Corey Harris, André Christovam, Big Time Sarah, Deitra Far e a lendária banda Blues Jeans, o que se pode esperar de um show dele? É viajar pelas maravilhas da música. E foi isso que o público o fez na noite de 11 graus que virou 40 de tanta energia transmitida pelo artista. Relembrou mestres, como BB King (não poderia faltar) com a bela “Everyday I have the blues”. Maravilhou a todos com “Rock Boogie”, instrumental dele, com uma “pegada” como o próprio guitarrista Luís Henrique Ávila abordou, de Jerry Lee Lewis. “Banana Boat Song”, de Harry Beladonte, com os vocais afro dos músicos da Projeto MPBlues (lindo). Mas também regionalizou em blues “Asa Branca”, de Luis Gonzaga, tocando com a escaleta (teclado de sopro) e mostrou como fica tão linda “Trem das Onze”, de Demônios da Garoa, em blues. Um espetáculo à parte.

Ele é um artista ímpar, extremamente profissional e simpático com o público. Acompanhou músicas cantadas pelo baterista da Projeto MPBlues,  Renan Heimbach, como “Música Urbana II”, de Renato Russo e a linda “Down em mim”, do Barão Vermelho. Mas, dois momentos foram mais do que especiais no show. Um foi quando ele sozinho no palco, arrebentou os corações de todos cantando e tocando nada menos do que “Georgia on my mind”, de Hoagy Carmichael e Stuart Gorrel, que sempre será lembrada pela interpretação de Ray Charles. Foi de arrepiar e até mesmo chorar!  E a bela C C Rider, uma música que sempre me encantou com Big Bill Broonzy. Enfim, o show no Centro Cultural Sesc Morada dos Baís foi “ESPETACULAR!”. Quem quiser ver mais esse grande artista, a MPBlues e outras bandas, agora só no Festival de Blues e Jazz em Bonito na próxima semana. Imperdível. Eu vou com certeza!


Alex Fraga é jornalista, poeta, compositor e escritor. Com mais de 30 anos de carreira na imprensa, já publicou três livros e tem mais um em andamento. Venceu prêmios de contos e poesia, trabalhou como assessor de imprensa, repórter, editor em diversas casas e foi editor-chefe do Jornal Diário da Serra. Hoje presta consultoria nas áreas de educação e jornalismo, onde se especializou. 
Blog | Facebook 




...
«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Publicado por I. Malforea

BLUEZinada! é uma zine produzida pela Distintivo Blue e distribuída gratuitamente, desde 2011. Saiba mais sobre a banda:

Nenhum comentário

Comente aqui embaixo:

Leia!

Ouça!

Assista!

Cat-5

Cat-6